Quer saber como sair do aluguel? Siga nossas 4 dicas!

3 minutos para ler

Evitar despesas recorrentes e obrigatórias é um dos grandes segredos de quem tem uma boa saúde financeira. Ainda mais em um país que oscila tanto na sua realidade econômica, como é o caso do Brasil. Pensando nisso, preparamos este conteúdo com algumas das mais simples e eficazes dicas de como sair do aluguel!

Afinal, esse é um dos gastos que mais impacta o orçamento mensal de boa parte das pessoas, mas que pode ser extinto se você souber o que fazer e conseguir juntar capital suficiente para comprar um imóvel próprio. Então, quer aprender a fazer isso? Continue lendo este post!

1. Financie pelo “Minha Casa Minha Vida”

Uma das melhores dicas para sair do aluguel é apostar no programa do Governo Federal que é voltado justamente para isso, o “Minha Casa Minha Vida”. Também conhecido pela sigla MCMV, ele pode ser uma alternativa muito interessante, pois oferece ótimas condições para quem quer comprar o seu primeiro imóvel.

Existem várias faixas e modalidades disponíveis, então, para saber se você se encaixa em alguma delas o ideal é buscar informações com a Caixa Econômica Federal. Porém, em linhas gerais, podem participar do programa famílias com renda mensal de até 7 mil reais, com prazos de pagamento e subsídios diferentes de acordo com o valor.

2. Aproveite a baixa de juros 2020

Você já deve ter ouvido falar que as taxas de juros propostas atualmente pelo Governo Federal são as menores da história do Brasil, certo? Porém, é interessante compreender de que maneira isso influencia a sua vida e o seu desejo de comprar um imóvel.

A Selic (Sistema Especial de Liquidação e Custódia), que é o indicador básico que norteia todos os índices cobrados pelos bancos, também é usado para empréstimos imobiliários. Isso quer dizer que, em 2020, o seu financiamento tende a ficar bastante atrativo, com excelentes condições em longo prazo.

3. Tenha um bom planejamento financeiro

Como sair do aluguel é um objetivo de longo prazo, é praticamente impossível conquistá-lo sem ter um bom planejamento financeiro. Você precisa controlar os seus gastos e compreender os seus rendimentos de maneira muito eficiente, sabendo o quanto você pode (e deve) poupar todos os meses.

Para isso, use e abuse das planilhas — ou, para ser ainda mais eficaz, conte com programas e aplicativos de finanças pessoais! Assim, você poderá anotar as suas despesas, identificar gastos desnecessários e ajustar hábitos de consumo da família, fazendo o seu salário render muito mais.

4. Procure uma construtora confiável

Por fim, para sair do aluguel é muito importante achar uma construtora confiável. Aliás, essa é uma opção muito interessante, já que os imóveis na planta costumam oferecer vantagens incríveis, além de terem valores de venda mais atrativos do que muitas unidades antigas.

Em linhas gerais, isso acontece porque a empresa é diretamente interessada em fechar a transação, e você não terá atravessadores durante esse relacionamento. Logo, é possível ser bem direto e negociar boas condições, ajustando aqueles detalhes de que você não abre mão e chegando a um denominador comum quanto a prazos e prestações, por exemplo.

Enfim, como você pôde ver, com algumas ações pontuais e organização você já pode sair do aluguel e se tornar dono do seu imóvel!

Então, gostou da leitura? Está pronto para a casa própria? Não perca mais tempo e entre em contato conosco!

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.